Belo Horizonte / MG - segunda-feira, 24 de julho de 2017

Ansiedade

Fudamentos Diagnósticos

·         Ansiedade exagerada ou umamanifestação exacerbada de um mecanismo de defesa, como fobia ou ambos

·         Não  limitado a um transtorno de ajustamento (que tem um fator desencadeante – ver tópico stress e TR. De ajustameno)

·         Sintomas somáticos referidos como autonômicos ou específicos de um órgão, como (dispnéia, palpitação, parestesias)

·         Não resultado de doença física, condição psiquiátrica (como esquizofrenia) ou abuso de substãncias (cocaína ou álcool)

Considerações Gerais

Stress, medo e ansiedade tendem a se relacionar e interagir. O principal componente da ansiedade é o psicológico (tensão, medo, dificuldade de concentração, apreensão ) e o somático (taquicardia, hiperventilaçao , palpitação, tremor e sudorese).

 Outros sintomas e órgãos podem estar envolvidos. São comuns fadiga e distúrbios do sono. Sintomas simpaticomimético (taquicardia, sudorese, etc.) são uma resposta do sistema nervoso central que se retroalimenta . 

 

 A ansiedade pode ocorrer em ataques agudos, ou  ocasionalmente  se tornando crônica. Quando um ou mais mecanismo de defesa estão funcioansi as conseqüências são problemas bem conhecidos como Fobias, Reações Conversivas, Estados Dssociativos, Obsssoes e compulsões. 

 

 A falta de estrutura (horários)  é requentemente um fator contribuitne, como percebido nas pessoas com “neurose de domingo”. Eles funcionam bem durante a semana com um horário organizado de trabalho, mas não toleram a desestrutura do final de semana.

 

A programação das atividades reduz a ansiedade e muitas pessoas tem piora doquadro quando isso é perdico, como na aposentadoria.

 

Alguns acreditam que várias manifestações de ansiedade não são resultado de conflitos inconscientes, mas “hábitos” padrões não- adaptativos psersistentes  de  de comportamento adquirido por aprendizado.