Belo Horizonte / MG - terça-feira, 19 de setembro de 2017

Exame do Estado Mental

 

Psicopatologia é o conjunto de conhecimentos referentes ao adoescimento mental do ser humano; deve ser sistemático, não incluir juízo de valor, deve ser sujeito a revisão.


Para o médico e Filósofo Karl Jaspers, 1969, deve levar em conta as observações atentas dos alienistas e bons clinicos em psiquiatria, mas também a de filósofos, psicanalistas, artistas, cineastas.


Diagnóstico Pelo DSM IV _Manual de diagnostico e estatistica de transtornos mentais


Baseado em 5 eixos:


I) Diagnóstico Psiquiátrico (esquizofrenia, transtorno bipolar, depressão, por exemplo)


II) Personalidade (histriônico, anancástico) e Nível Intelectual (Oligofrenias)


III) Doenças orgânicas associadas (Diabetes, Hipertensão arterial, Hipotiroidismo)


IV) Fatores Psicossociais / Desencadeantes


V) Avaliação Global do Funcionamento do Paciente (Consegue se vestir sozinho, lida bem com dinheiro)


Além dos 5 eixos acima, dever-se ia:


a) Realizar uma Formulação Psicodinâmica: conflitos pessoais, afetos, sexualidade, fatores transferenciais


b) Formulação Cultural: nível sócio-cultural, religiao


EXAME DO ESTADO MENTAL (=Súmula Psicopatológica)


* SINAIS comportamentais obtidos pela observação direta


* SINTOMAS : vivências subjetivas


Se um sujeito apresenta sintomas psicopatológicos, há sinal de que algo vai errado. 


SEMIOTÉCNICA: técnica de coleta e interpretaçao do exame psiquiátrico - Entrevista direta, entrevista com familiares, observação do comportamento, postura, vestimaentas, forma de reagir.


AVALIAÇÃO CLINICA


1) Entrevista Inicial: Anamnese - Identificação, Queixa Principal, História da Moléstia Atual, História pregressa (incluindo doenças orgânicas, uso de fármacos e drogas), História Familiar


2) Exame Psiquico (Exame do estado mental)


3) Exame físico geral e neurológico (mais atento se houver suspeição de transtorno orgãnico)


4) Exames complementares Psicológicos (Testes psicologicos de personalidade ou avaliação neuropsicologica) 


5) Exames Complementares Laboratoriais e Neuroimagem ("Semiotécnica Armada"): testagem sanguinea para disfunçoes de tireoide, eletrolitos, doenças organicas, Tomografia de Encefalo, Ressonancia, SPECT, Eletroencefalograma) quando houver suspeita no exame físico e história clinica.


** Dados coletados com INFORMANTE - principalmente nos casos mais graves, onde os pacientes não comunicam (demencias, psicoses, mutismo, déficits cognitivos).


 "A medicina geral tem, quando observa e descreve manifestações fisiológicas, incluindo

aqui as ocorrências psicopatológicas, uma irrefreável tendência para a redução e fragmentação dos eventos.

 

Descrevemos funções psíquicas, tais como a sensação, a percepção, a atenção, a memória, o pensamento, o juízo,

a vontade, etc., ou aspectos parciais da atitude humana, como o estado de ânimo, a excitabilidade, a impulsividade,

o domínio dos impulsos, etc., como se tratassem de ocorrências emancipada da pessoa que as experimentam.

 

Descrevemos um transtorno autoimune como se ele existisse fora da pessoa que o apresenta.

É assim, por exemplo, que costumamos estudar separadamente a memória do pensamento, a orientação da atenção, o impulso do afeto... Mas essa separação tem uma finalidade meramente didática porque, de qualquer forma, o pensamento pressupõe a existência de lembranças contínuas.


Bibliografia.

 

DALGALARRONDO, Paulo. Psicopatologia e Semiologia dos transtornos mentais. Porto Alegre: Art

es

Ballone GJ - A Psicopatologia e o Modelo Médico - in. PsiqWeb, Internet, disponível em <http://www.psiqweb.med.br/acad/psicopat.htm> revisto em 2003