Belo Horizonte / MG - terça-feira, 21 de novembro de 2017

TRANSTORNOS DE ANSIEDADE 1)TOC – Transtorno Obsessivo Compulsivo – Fluvoxamina, paroxetina, sertral

Outros usos dos antidepressivos da familia dos IRS

TRANSTORNOS DE ANSIEDADE

1)   TOC – Transtorno Obsessivo Compulsivo – Fluvoxamina, paroxetina, sertralina e fluoxetina são indicadas para pacinets acima de 18 anos. Fluvoxamina e sertralina também foram aprovadas para o tratamento de cirianças.

50% dos pacientes com TOC apresentam sintomas na adolescência e infância e mais da metade destes responde bem ao tratamento farmacológico.

Estudos de longo prazo sugerem que o modelo do TOC, geneticamente determinado é geralmente tratado por um longo período com psicoterapia e psicofármacos.

Os IRS têm que ser utilizados em dosagens mais altas do que para outras doenças,como por exemplo depressão. Geralmente a resposta ocorre após 10 semanas de tratamento, ao contrário de deprimidos que respondem em 2 semanas a 8 semanas..

Pacientes que não respondem bem ao IRS ficam melhor com a adição de pequenas doses de risperidona (monitorar níveis de prolacitna sérica nestes casos, que pode se manifestar como ginecomastia e galactorreia em homens e mulhere4s eausencia de menstruação em mulheres).

Um número de transtornos são agora considerados do Espectro Obsessivo Compúlsivo (auto-mutilações não suicidas, como tricotilomania, piscar excessivo dosolhos, movimentos involuntários do nariz, das orelhas auto mutilações na pele e “se cortar”). Pacientes com estes sintomas se beneficiam do tratamento com ISR.

Outros transtornos do espectro incluem comprar patológico, hipocondríase, transtorno dismórfico corporal e jogo patológico.

2)   PÂNICO – paroxetina e sertralina são indicadas para tratar TR. Do pânico, com ou sem agorafobia. Estes agentes agem mais lentamente do que os benzodiazepínicos (clonazepam), amas são superiorr no tratamento de pânico com depressão. Geralmeente se utiliza a associaçaão da benzodiazepina ao IRS.

a.    Citalopram, fluvoxamina e fluoxetina também podem reduzir ou provocar ataques súbitos de pânico.

b.    Como a fluoxetina inicialmente pode causar muita ansiedade, seuinicio deve ser gradual, com baixas dosagens e uso de baixas doses de benzodiazepínicos.

3)   FOBIA SOCIAL – IRS são efetivos agetnesno tratamento da fobia social . O efeito dos iSR é melhor, além de mais seguro do que o uso da Fenelzina (IMAO) ou benzodiazepínicos apenas.

4)   STRESS POS-TRAUMÁTICO – o tratamento do strés pós-traumático deve focar 3 sintomas alvo: revivência , evitação e ansiedade. ISR são melhores do que tricíclicos e IMAO a longo prazo.Benzodiazepinicos são úteis em estados agudos, com atuação tanto nos sintomas intrusivos como nos de evitação.

5)   TAG – Transtorno de Ansiedade Generalizada – IRS podem ser úteis no tratamento de fobias específicas, ansiedade generealizada e ansiedade de separação. O primeiro passo é uma avaliação psiquiátrica bem feita, para se perceber intervenções que aumentem a eficácia da farmacoterapia.Psicoterapias aumentam a eficácia do tratamento farmacológico isolado.

 

BULIMIA NERVOSA E  OUTROS TRANSTORNOS ALIMENTARES

Fluoxetina é indicada para o tratamento da bulimia, que é muito mais eficaz se ouver psicoterapia concomitante (Kaplan 10ª edição), Doses de 60mg são muito mais eficazes do que 20mg ao dia.

Fluoxetina 60mg por dia foi muito superior ao placebo no TR. Comer compulsivo (Binge eating).

Alguns especialistas recomendam o iníio de terapia cognitiva isolado, antes da medicação. Se não houver resposta em 3 a 6 semanas,  introduz-se a fluoxetina. Não foi estabelecido o prazo para tratamento farmacológico e psicoterápico para estes transtornos.

Fluvoxamina não foi estatisticamente efetiva para tratar bulimia.

 

ANOREXIA NERVOSA – Fluoxetina tem sido utilizda em pacientes para controlar distúrbios do humor co-mórbidos e sintomas obsessivos compulsivos. Dois estudos cuidados , um com 7 meses e outro com 24 meses de acompanhamento não comprovaram a eficácia da fluoxetina em manutenção do peso. O tratamento efetivo para anorexia tem se baseado em terapia cognitiva, medicação ou terapia psicodinâmica e medicação, além de terapia famiilar. A mirtazapina (remeron) tem sido utilizada com sucesso em muitos destes casos, pois além de não permitir perda de peso é um potente sedativo.

 

OBESIDADE  - Fluoxetina em combinação com um programa comportamental mostrou leve beneficio para perda de peso. Uma grande percenteagem de pessoas que tomam IRS, incluindo Fluoxetina, perdem  peso INICIALMENTE (nos três primeiros meses)m as depois voltam a ganhar peso.

 

TRANSTORNO DISFÓRICO PRÉ-MENSTRUAL- Alteração do humor e do comportamento na semana anterior à menstruação que interfre como funcionamento normal tem sido medicado com IRS com melhora imporatne dos sintomas. Estudos controlados mostraram melhora com sertralina e fluoxetina.  Fluoxetina alterou a duração do cicl em algumas mulheres

 

USOS “OF LABEL” DOS IRS

EJACULAÇÃO PRECOCE – fluoxetina, sertralina e paroxetina causam atraso ejaculatório e têm sido utilizados com sucesso nestes casos

PARAFILIAS – Redução das obsessos sexuais maior do que do comportamento sexual  não convencional

AUTISMO – redução no comportamento obsessivo-compulsivo, baixa interação social e agresividade. Sertralina e fluvoxamina têm tido bons resultados para reduzir a agressividade e auto-mutilação, além d pensamentos repetitivos, alguns problemas de linguagem .