Belo Horizonte / MG - domingo, 26 de março de 2017

Hiperatividade x Bipolaridade

 

Fonte: Birmaher, B. Crianças e Adolescentes com Transtorno Bipolar; guia referendado e acessível para pais, Artmed 2009.

 

Alguns estudiosos compararam crianças e adolescentes com TDAH e bipolaridade.

 

Mary Friestad e Colaboradores constataram que crianças com Transtorno bipolar apresentam maior frequência de humor elevado, alta energia, probelmas de pensamentos, fuga de ideias, fala rápida e irritabilidade grave, se comparadas com crianças com TDAH (Transftorno do déficit de atenção e hiperatividade). Não foram percebidas diferenças de desatenção e hiperatividade.

 

Joseph Biederman e colaboradores perceberam nos bipolares em relação a adolescentes com qualquer transtorno mental maior frequência de probelemas de pensamento, desatenção, ansiedade, depressão, problemas sociais, queixas somáticas (dores de cabeça, dores de barriga), afastamento dos outros, agressão e comportamentos delinquentes.

 

Em relação às crianças hiperativas, apresentavam mais problemas de pensamento, ansiedade, depressão, agressão e comportamento delinquente.

 

Barbara Geller percebeu junto com colaboradores maior frequencia de ideias grandiosas e/ou euforia em bipolares, além de pensamentos acelerados e sono diminuido (redução da necessidade de sono).

 

David Axelson e Boris Birmaher comparando um grande número de pacientes com transtorno bipolar, em relação a outros portadores de outros transtornos mentais, percebeu no grupo de bipolares euforia e um alto nível de energia (sem diferença nos niveis de atençao ou irritabilidade). Nos bipolares deprimidos, havia maior número de pensamentos suicidas, tentativas de suicídio e sintomas psicóticos do que os outros.


BIPOLAR  (sintomas típicos)

TDAH E BIPOLAR (sintomas comuns)

Exaltação

Hiperatividade

Grandiosidade

Impulsividade

Necessidade diminuída de sono

Fraca capacidade de Atenção

Delírios

Irritabilidade

Alucinações

Falta de Julgamento

Sintomas oscilam muito (ciclos)

Comportamentos Inoportunos

 

Depressão

 

Algumas dicas do autor do livro citado para suspeitar de transtorno bipolar ao invés de TDAH:

 

  • Sintomas de TDAH surgindo mais tardiamente (após 10 anos ou mais)

  • Sintomas de TDAH surgem abruptamente numa criança saudável

  • Sintomas de TDAH inicialmente responderam aos estimulantes (Metilfenidato) ou antidepressivos (imipramina, fluoxetina, etc) e depois não

  • Sintomas de TDAH vêm e vão e tendem a ocorrer com mudanças de humor

  • Uma crainça com "TDAH"  que começa a ter períodos de entusiasmo excessivo, depressão, falta de necessidade de sono (principalmente se no dia seguinte ela não se sente cansada)  comportamentos sexuais inadequados

  • Uma criança  com TDAH que tem variações de humor graves, explosões de raiva ou crises de fúria.

  • Uma criança com TDAH tem alucinações ou delírios
  • Uma criança com TDAH tem uma forte história de transtorno bipolar (psicose maníaco depressiva) na família, particularmente se a criança não está respondeno aos tratamentos adequados.