TDAH em Adultos (Déficit de Atenção)  

TDAH Transtorno do Déficit de Atenção no adulto


A prevalência do TDAH na Infância é de 5% da população. Mais de 2/3 desta população persiste com sintomas na idade adulta. Estudos recentes mostram início do transtorno na idade adulta.



As características abaixo são mais comuns em adultos:


✅ Dificuldade de Gerenciar o tempo, com atrasos frequentes em compromissos

✅Cumprir tarefas apenas na última hora (Procrastinação)

✅ Impulsividade: términos de relacionamento abruptamente, trocas de emprego sem planejamento, problemas no trânsito (multas, acidentes)

✅ Desregulação Emocional - variação em minutos a horas de grande empolgação a irritabilidade/frustração

✅ Desmotivação quando não há tarefa mais desafiadora ou ameaça (por exemplo, perder o emprego)

✅ Dificuldade em gerenciar emoções negativas: isso pode acarretar isolamento e procrastinação

✅ Grande comorbidade com transtornos depressivos, ansiosos, uso de substâncias e Transtorno Explosivo Intermitente.

Fonte: UptoDate 2019

http://psiquiatra-em-belo-horizonte-criancas-adolescentes.business.site/?hl=pt-BR

TDAH em adultos: diagnóstico e tratamento


Reconhecido pela Organização Mundial da Saúde (OMS), o Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) tornou-se mais conhecido pela maioria da população nos últimos anos. 


O que é TDAH?




O TDAH é um distúrbio neurológico que geralmente aparece na infância e, na maioria dos casos, acompanha a pessoa até a idade adulta. Estudos recentes descobriram que uma grande percentagem de adultos com TDAH não desenvolveu o transtorno quando crianças.





Caracteriza-se principalmente por alterações no cotidiano do paciente, causando inquietação, falta de atenção e até alterações de humor.


Segundo a Associação Brasileira de Déficit de Atenção, pesquisas realizadas em diversos países, inclusive no Brasil, mostram que cerca de 5% a 8% das pessoas no mundo têm a condição.


Os sintomas são mais comuns em crianças e adultos jovens, mas podem persistir durante muitos anos, embora muitas vezes se tornem mais fracos. Estima-se que mais de 60% das crianças com TDAH quando crianças entram na idade adulta e nas mudanças que daí decorrem.


Quais são as causas?

Os pesquisadores não têm certeza do que causa o TDAH, embora muitos estudos sugiram que a genética desempenha um papel importante. Como muitos outros transtornos, o TDAH pode ser causado por uma combinação de fatores.


Além da genética, os pesquisadores estão analisando fatores ambientais que podem aumentar o risco de desenvolver TDAH e estudando como os danos cerebrais, a nutrição e o ambiente social podem desempenhar um papel no TDAH.


É importante ressaltar que muitas pesquisas ainda estão em desenvolvimento e as causas ainda estão sendo pesquisadas.


Sintomas de TDAH em adultos




Este transtorno  é caracterizado por sintomas relacionados à falta de atenção, extrema tensão e imobilidade. Muitas vezes, o TDAH em adultos causa falta de atenção, principalmente em assuntos relacionados ao trabalho e à vida cotidiana.


Entre os principais sintomas estão:


  1. Falta de concentração e atenção;
  2. Dificuldade em concluir procedimentos;
  3. Entediado;
  4. Dificuldade em planejar e executar tarefas;
  5. Eles comem;
  6. Instabilidade na carreira;
  7. Alto nível de acidentes de trânsito;
  8. Preocupar;
  9. mudanças frequentes de humor;
  10. Sempre esqueça;
  11. Dificuldade em ouvir e esperar a sua vez de falar;
  12. Erros repetidos.


Existem outros sintomas comuns de TDAH em adultos, incluindo aqueles relacionados a relacionamentos. A taxa de divórcio, separação de cônjuges e dificuldades de relacionamento é muito elevada.


A presença de um ou mais dos sintomas listados acima não significa necessariamente a presença da doença. Por isso, é muito importante procurar ajuda médica para que o diagnóstico seja confirmado ou descartado.


Diagnosticando TDAH em adultos


Mudanças no dia a dia de uma pessoa são sinais de que ela pode ter TDAH. Eles são o primeiro passo para conseguir diagnosticar a doença, mas é necessário consultar um especialista.


Uma “entrevista” é realizada com o paciente. É realizado por um psiquiatra ou neurologista que entenderá o caso e indicará a verdadeira causa dos sintomas. No caso de crianças, o médico recomendado é o neurologista pediátrico.


Muitos desses sintomas podem estar relacionados a outros problemas. Entre os mais comuns estão: depressão, ansiedade, alimentação excessiva, distúrbios do sono, dependência de drogas e álcool e dislexia. Portanto, apenas um especialista pode confirmar ou descartar o diagnóstico de TDAH em adultos.


Como tratar o TDAH em adultos?


Na maioria dos casos, o tratamento do TDAH em adultos é feito com uma combinação de medicamentos e terapia cognitivo-comportamental.


Lidar com o TDAH em adultos é desafiador, mas existem muitas estratégias que podem ajudar uma pessoa a manter uma agenda tranquila, tanto na vida pessoal quanto profissional.




  • Exercício: reduz o estresse, ajuda a melhorar o humor e ajuda a utilizar mais energia, o que é comum em pessoas com TDAH.


  • Mantenha hábitos alimentares saudáveis: também ajuda a aliviar o estresse e a reduzir a ansiedade e a tensão. 


  • Durma bem: dormir algumas horas por dia pode aumentar os sintomas de TDAH em adultos, prejudicando até mesmo a capacidade de concentração do indivíduo durante o dia.


  • Organize e gerencie o tempo
    • Utilize uma agenda;
    • Faça uma lista de tarefas diárias;
    • Evite a procrastinação, pois o esquecimento é um sintoma comum;
    • Reserve um tempo durante o dia para determinadas atividades, como ler e responder seus e-mails;
    • Configurar um sistema de manutenção de registros;
    • Use um relógio ou outro sistema de lembrete;
    • Estabeleça prioridades e siga uma programação diária;
    • Assuma uma tarefa de cada vez






Escolha um horário e marque sua consulta.
Marcar consulta